Sem operação no domingo, hemodiálise da Santa Casa recebe melhorias com reeducandos do semiaberto

11/06/2019 05h11 - Atualizado em 11/06/2019 08h17 Hemodiálise da Santa Casa recebe melhorias de revitalização com reeducandos do CPP de Pacaembu.
Redação - Acally Toledo - Informações: Siga Mais, Adamantina - SP
Sem operação no domingo, hemodiálise da Santa Casa recebe melhorias com reeducandos do semiaberto .

Um grupo de reeducados do regime semiaberto do Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu trabalhou durante todo este domingo (9) na revitalização do setor de hemodiálise da Santa Casa de Adamantina.

É o único dia da semana que o setor não realiza atendimentos, já que é uma área do hospital que funciona ininterruptamente, de segunda a sábado, com serviços de hemodiálise para pacientes renais crônicos de toda a região.

Com essa limitação, a alternativa foi mobilizar uma equipe de reeducandos que atuou durante todo o dia concentrada no setor, promovendo reparos e melhorias gerais nas instalações, embutimento da balança de pesagem diária dos pacientes, bem como a repintura total do espaço e ao final completo serviço de limpeza com a lavagem do espaço, que já nesta segunda-feira (10) volta a receber pacientes. Os reeducandos trabalharam sob a supervisão do agente penitenciário Aparecido Donizete Rodrigues Santos.

A decisão pelo trabalho dos reeducandos no domingo se deu a partir de comum entendimento entre a equipe gestora da Santa Casa, representada pelo frei Mateus Alves; o Centro de Progressão Penitenciária de Pacaembu, representado pelo diretor da unidade, Thiago Junqueira; e o Departamento Estadual de Execução Criminal do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, representado pelo  juiz da 1ª Vara Criminal de Adamantina, Fabio Alexandre Marinelli Sola.

Revitalização

O trabalho dos reeducandos do CPP de Pacaembu segue em toda a estrutura da Santa Casa de Adamantina (reveja). Na área externa as melhorias foram iniciadas no bloco onde estão o pronto-socorro e o banco de sangue, com execução calçamento, a recuperação do pavimento sextavado do estacionamento com o objetivo de torná-lo acessível – sobretudo à circulação de macas e cadeiras de rodas – e a aplicação da nova pintura.

A pintura, por sua vez, já avançou para além do bloco do pronto-socorro e o banco de sangue, passando pela fachada dos apartamentos, portaria e agora segue na face voltada à Avenida Rio Branco, até atingir o setor de fisioterapia, e assim seguir em todo o complexo até contornar por completo a estrutura. 

A melhoria vai ocorrer também com a implantação de um novo projeto paisagístico, em uma faixa entre o estacionamento do pronto-socorro e banco de sangue e o alambrado voltado à avenida Rio Branco.

A participação dos reeducandos se dá a partir da sensibilização do Poder Judiciário e da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), e ocorre dentro de programas que buscam a reinserção dos apenados. Já os materiais foram adquiridos pela Santa Casa, com ajudas da comunidade, com recursos obtidos em campanhas beneficentes, leilões e créditos da Nota Fiscal Paulista.

Desde o início da atual gestão da Santa Casa de Adamantina, com a chegada dos freis da Associação e Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus, em janeiro do ano passado, o hospital tem vivenciado uma série de transformações organizacionais internas, com reflexos positivos já mensurados pela comunidade regional assistida pelos serviços.

O balanço do primeiro ano foi apresentado à comunidade em janeiro passado, em uma solenidade presidida pelo Frei Mateus Alves, que responde pela gestão da estrutura.

Agora, com os primeiros desafios organizacionais vencidos, o hospital avança na gestão estrutural, com obras em andamento, como a construção da nova UTI, a partir de termo de colaboração com a UniFAI. O espaço terá dez leitos. Atualmente são quatro.

Outros investimentos permitiram o dimensionamento de novos espaços internos – sala de discussão e estudos de caso e sala para pequenos procedimentos – voltados aos estudantes dos cursos da área de saúde também da UniFAI, para atividades de estágio.

Há ainda convênios em andamento, que preveem as reformas das alas masculina e feminina, e ampliação do centro cirúrgico.

Comente, sugira e participe:

Cadastre seu WhatsApp e receba notícias diariamente pelo celular